Insanidades

Considero que o título já diga alguma coisa

Postado por Cacau |


Ao avesso da maioria [é eu sou estranha assim mesmo], eu nunca acreditei em Papai Noel, Saci, Coelhinho da Páscoa e nem na bendita Cegonha; por isso não sofri desilusões ao descobrir como muitos, que isso são pequenas mentirinhas que quando somos pequenos, têm o tamanho do Pé Grande. [ Pai, Mãe, muito obrigada por não me enganarem]
Aqui em casa nunca teve essa de TABUS não, sempre falamos de tudo abertamente, meus pais sempre tiravam minhas dúvidas e quando não, mandavam eu mesma pesquisar sobre o assunto. Por isso as drogas não foram um bicho de 7 cabeças, gravidez precoce e não planejada durante a adolescência não vinha fantasiada de homens verdinhos de Marte e sexo nunca foi coisa do outro mundo. Sou grata por essa educação, por conta dela é difícil que algo me cause repulsa e/ou mesmo me surpreenda; encaro a maioria das coisas ditas como "bizarras" com a normalidade que elas possuem, sem ficar grilada com isso.
Virou modinha falar sobre sexo de forma liberal, então lá se vai eu mais uma vez entrando nas modinhas da vida...
Encaro o sexo como os pagãos os faziam. Não, os pagãos não era anti-cristo, bárbaros ou selvagens como a Igreja Católica e muitas vezes a própria história colocou. Eram apenas um povo que possuía um caráter religioso diferente do que estamos habituados. Assim como os nossos índios brasileiros e como os reverenciados gregos, eles adoravam a deuses. [deus sol, deus lua... esses deuses]
Para os pagãos o sexo era o meio mais próximo dum contato do homem com o divino, inclusive há uma explicação científica que justifica a crença pagã. Durante o orgasmo, o ser humano de sexo masculino não consegue ordenar nenhum pensamento [por isso dizem que nós mulheres pensamos em mil coisas enquanto transamos], quando ocorria essa espécie de "branco", na interpretação pagã era quando havia o contato de Deus com o homem. Inclusive na própria Grécia Antiga, havia templos com belas mulheres que garantiam a satisfação dos homens e sua ligação com o divino. Todavia, o Império Romano estava decaindo e precisava centralizar o poder, nada melhor que criar a Igreja Católica Apostólica Romana, e abolir de uma vez por todas a cultura e religião pagã.
Até hoje para a Igreja, o sexo possuí somente caráter reprodutor; por isso condenam o uso de camisinha. A igreja da época transformou algo natural e prazeroso como o sexo, em algo sujo, pecaminoso e que deveria ser feito somente dentro de quatro paredes e dentro das sólidas bases do sagrado matrimônio. Mas todos nós já ouvimos o seguinte dito popular: Tudo que é proibido é mais gostoso. Então o sexo se torna algo proibido quando fugia às regras impostas pelas leis civis, que por sua vez eram baseadas nas leis religiosas.
Se você acha tudo o que aconteceu no passado um absurdo, pare e analise o que acontece hoje. Passamos por duas guerras mundiais, uma guerra fria, conhecemos o capitalismo em suas várias facetas, vimos o socialismo nascer e decair, somos a geração do menseger, twitter, camêra digital, casas ecologicamente corretas... Mas ainda enxergamos o sexo com os mesmos olhos da Santa Madre Igreja ou mesmo da Santa Inquisição.
E então, tivemos reformas nos modos de governo, derrubamos as monarquias ocidentais, baseamos nossa vida na alta e baixa do Dólar, uma religião nova surge a cada semana, exigimos o impeachment de Collor. Nossos pais sobreviveram à Ditadura Militar, a música passou pelo tropicalismo, os ideais hippies ainda persistem em alguns de nossos atos...
Porém nenhuma revolução tentou retirar essa máscara de sujo & proibido do sexo, nenhum governo incentiva  os jovens, os velhos, as crianças a pensarem sobre sexo de uma maneira natural, como "o algo" normal que sempre foi. E para aqueles que possuem a "mente aberta" sobre o assunto, e agem sobre o sexo com a mesma naturalidade como agem sobre a importância de uma boa base escolar e familiar para seus filhos; são denominados como pervertidos ou algo que se associe.
A todos aqueles que os julgam PERVERTIDOS, peço um único favor: procurem a nova significação que Freud deu à palavra. Isso os fará entender, que mais uma vez estão enganados sobre significados de palavras cotidianas, e que permanecem com as mentes presas em masmorras de Feudos da Idade Média.

por: cacau

2 comentários:

Rê nata disse...

[aaa]
adorei teu blog (apesar de ter lido só os primeiros posts,quando der.. leio os outros.)
Adorei também esse post. Altas viagens .. desde à Grécia até os dias atuais.
Vc escreve tão bem *--*
e concordo plenamente com tudo aquilo que vc posicionou (:
bjus bjus :*

cacau disse...

obrigada Renata
fico feliz³ que tenha gostado do Insanidades
e é bom ver que mais gente concorda comigo
;*** e obrigada por ter deixado sua opinião

Postar um comentário

Subscribe